“Estarei com vocês todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt. 28,20)
 

 
 
 
 
 

AMOR PELO PARANÁ
Associação entra na Justiça contra pílula no Carnaval em PE

Fonte: Folha OnLine
Data: 30/01/2008


 
Um dia após a Promotoria de Saúde do Ministério Público de Pernambuco recomendar que a distribuição da pílula do dia seguinte seja mantida, a Aduseps (Associação de Defesa dos Usuários de Seguros, Planos e Sistemas de Saúde) ajuizou ação ontem pedindo a suspensão da entrega do medicamento no Carnaval de Pernambuco.

Aliada da Arquidiocese de Recife e Olinda, a associação diz que o acesso gratuito e a desinformação podem causar danos à saúde das mulheres. A Aduseps também considera a pílula abortiva.

Na segunda-feira (28), o arcebispo de Recife e Olinda, dom José Cardoso Sobrinho, atacou o ministro José Gomes Temporão (Saúde) ao dizer que "quem está fazendo mal para os jovens é quem está difundindo o mal, induzindo-os a praticar sexo à vontade".

A declaração foi dada em resposta à afirmação do ministro de que "a Igreja cada vez mais se afasta dos jovens com esse tipo de postura".

O religioso rebateu também a afirmação de Temporão de que o uso do anticoncepcional de emergência "é uma questão de saúde pública", e não religiosa.

As prefeituras vão distribuir a pílula do dia seguinte em postos montados em locais de grande movimentação.

Para ter acesso ao medicamento, a mulher deverá relatar ao médico plantonista que manteve relação sexual sem proteção, que o método tradicional de anticoncepção usado por ela falhou ou que foi vítima de violência sexual.